A importância da Tipografia

TYPE IS WHAT MEANING LOOKS LIKE.

Robert Bringhurst

Enquanto designers, somos nós que determinamos como transmitimos uma mensagem, seja através do recurso a uma imagem ou texto. É verdade quando dizemos que uma imagem vale mais do que mil palavras, mas é igualmente correto afirmar que uma frase vale mais do que mil imagens. A qualidade do conteúdo é fundamental, mas é muito importante saber dar vida ao texto e é neste ponto que nós designers temos muito a dizer. Para tornar uma mensagem apelativa conjugamos tipos de letra, cores, tamanhos, alinhamentos e posicionamento das palavras. Resumimos algumas regras para uma utilização eficaz das palavras na comunicação escrita:

 

Carácter

Quando conhecemos alguém, tiramos-lhe a “pinta” pelas primeiras impressões, e quase de imediato conseguimos avaliar se gostamos ou não da pessoa. No entanto, nem sempre podemos ou devemos julgar o livro pela capa. A tipografia funciona da mesma forma: quando achamos que algo não bate certo, temos que desconstruir e voltar a construir até conseguir dar personalidade à mensagem! Cada um de nós comunica à sua maneira e grita de forma diferente, o mesmo se passa com as fontes, só temos de lhes dar uma formatação diferente para obter inúmeras variantes. 

Impercetível

Existem pessoas que fazem parte da nossa vida, que são fundamentais, mas que são quase impercetíveis. Com as fontes acontece o mesmo, se não nos percebermos que elas lá estão é porque estão bem aplicadas. Em situações em que olhamos para uma mensagem e o que mais se evidencia é o tipo de letra, e que acaba por nos distrair da mensagem principal, pressupomos que algo não está certo. A mensagem deve ser o mais clara e percetível possível, em qualquer tipo de ambiente em que a fonte esteja inserida.

 

Significado

A escolha de uma fonte não deve ser influenciada pela popularidade momentânea. Deve decidir-se tendo em conta o significado e o propósito criativo e comercial da marca. Um excelente exemplo disso é a Coca-Cola, Nike ou Adidas, marcas intemporais, que se tivessem optado por utilizar a Helvetica ou Arial no seu logótipo, certamente hoje não teriam tanto sucesso.

Versátil

Sermos mais digitais influência a forma como consumimos a informação, sendo que cada vez mais conteúdo é transmitido através de ecrãs e dispositivos móveis. Isto leva a que seja necessário perceber se a tipografia que usamos na impressão funciona da mesma forma em diferentes plataformas e ecrãs.

 

Direta

Seja qual for o idioma em que esteja escrita, a tipografia ligada a uma imagem universal acaba por não necessitar de muitas explicações. Transmitir uma imagem clara, simples e direta, para além de poupar tempo ao utilizador, ficará certamente na memória de qualquer um.

Divertida

O comportamento é uma língua geral percebida por todo o ser humano. Por isso, descrevê-lo com a tipografia pode ser uma forma incrível de conseguir comunicar eficazmente, brincando e dando o significado que ela bem merece. Na imagem abaixo deixamos um exemplo de uma ideia simples, e facilmente percetível pelo seu cliente. Por isso, use e abuse das fontes, que bem conjugadas poderão trazer uma grande vantagem visual ao seu trabalho.

Hierarquia

Escolha o que pretende que fique mais evidenciado. Quando são utilizadas fontes com o mesmo impacto visual, não está a dar destaque a nenhuma informação em particular e por isso não consegue passar a mensagem certa ao seu cliente. Utilizar a caixa alta e o “bold”, poderá ser uma hipótese de comunicar de forma certa.

TYPE IS A DANCE AND THE DESIGNER IS THE CHOREOGRAPHER.

Richard Lipton

Ines Dias

This author has not yet filled in any details.
So far Ines Dias has created 8 blog entries.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *